Compensação por comparação com um homem

Compensação por comparação com um homem

Uma mulher britânica exige compensação da polícia por isso, que ela foi confundida com um homem. Pauline Synnott, de 59 anos, de cabelos curtos, de Kent, foi pega por um radar de velocidade dirigindo muito rápido – traz o jornal “O sol”. Diretores, quem analisou a foto, eles reconheceram, há um homem nele. Eles pediram ao parceiro de Pauline, 65-Roy Watkins, de um ano, explicar, quem estava dirigindo o carro. – A foto mostra, que o motorista era um homem – escreveu no aviso. – Definitivamente era ela quem estava dirigindo. Paulina ficou muito chateada – qualquer mulher ficaria preocupada, se alguém a comparasse a um homem. Exigimos compensação por esses desagrados – Watkins disse. A polícia local garante, que ele está tentando resolver este caso.